«

»

Kambô

 

O Kambô é uma Rã Amazônica (Philomedusa bicolor) cuja secreção é um antibiótico natural poderoso capaz de combater e eliminar distúrbios no ser humano, elevando o sistema imunológico.

O efeito da substancia no organismo em termos médicos e uma reação infra médio simpática, com estimulação do sistema nervoso simpático e depois estimulação completa do sistema nervoso parasimpático. Como se o organismo fosse passado a limpo em verso e reverso, num tempo de cinco minutos.

As substancias presentes nessa terapia, possuem um processo bioquímico de interação onde a partir do momento que estimula certos receptores orgânicos, evolui para um processo de inibição de outros centros, por isso a mudança rápida do sistema de ação.

Médicos que já tomaram e pesquisaram o Kambô dizem e acreditam que ela pode ser eficaz no tratamento ou não, pois ela atua como um reforçador do sistema imunológico destruindo as membranas celulares das bactérias.

No conhecimento caboclo o Kambô é remédio de índio, terapia indígena e a concepção de doença para o índio é diferente da nossa.

A doença é um espirito negativo que abate a pessoa. Então o índio toma o Kambô para afastar o inimigo também para tirar a anemia que é a perda de animo e vontade fraca para caçar, namorar, má sorte, tristeza, fraqueza mental, espiritual e física.

Presença espiritual negativa, desarmonia consigo mesmo e coma natureza. Então se muda isto para a nossa visão e encontramos as nossas dificuldades, amarras, desarmonias e bloqueios conscientes ou não.

O pajé diz: este remédio extraído da rã de nome Kambô é bom porque traz felicidade para quem a toma e também para se caçar.

Quando se toma o Kambô a caça se aproxima curiosa do caçador, pois quem a toma emite um tipo de luz verde, e é isso que faz a caça se aproximar. Serve para tirar a panema e também desentope as veias do coração fazendo circular a emoção, o sentimento, o amor.

O uso do Kambô é milenar, faz parte do conhecimento ancestral do índio.

 

 

Coleta
A coleta da substancia da Rã é feita sem machuca-la, no tempo certo e na Lua certa. Conhece-se a Rã pelo canto.

Aplicação
Na aplicação não se utiliza agulhas. São feitos os pontos para introduzir a vacina no organismo com um cipó aceso fazendo uma leve escamação na pele.O cipó usado é anti-inflamatório e após a aplicação não são necessários cuidados especiais, pois, a cicatrização dos pontos é rápida. O tratamento é composto de 3 aplicações com intervalo de 30 dias para cada aplicação.

Mulheres
Os pontos são feitos na batata da perna (Panturrilha).

Homens
Os pontos são feitos no braço.

Reação
A reação da vacina dura 5 minutos, neste tempo ocorre limpezas no campo físico, energético, espiritual e emocional. (A limpeza física nem sempre acontece). Após 5 minutos a sensação é de limpeza, leveza, tranquilidade, bem-estar, paz interior e conscientização do desequilíbrio ou distúrbio a ser tratado. Depois de  30 minutos da aplicação, a pessoa já esta apta para suas atividades normais.

Indicação
O Kambô é indicado para qualquer distúrbio ou desequilíbrio. Purifica o sangue e trata todos os processos agudos e crônicos do organismo. Para pessoas que aparentemente não apresentam nenhum sintoma, mas busca se conhecer e imunizar o corpo, Atua nos corpos sutis. Atua na percepção, intuição, nos sonhos, na 3° visão, no inconsciente e nos bloqueios que impedem o fluxo de energia vital.

Contra indicação
Mulheres grávidas e Mulheres menstruadas

Requisitos para tomar o Kambô
– Estar em jejum
– Pela manhã
– Antes do trabalho

Tratamentos
Este trabalho vem sendo desenvolvido e dando resultados nas pessoas que se encontram com: Imunidade baixa, dores e inflamações em geral:

Musculares, coluna, ciática, artrite, reumáticas, tendinite etc.

Cansaço nas pernas, dores de cabeça crônicas, asma, bronquite, rinite, sinusite etc.

Acne, alergias, gastrite, úlcera, diabetes, regula o intestino, pressão arterial, obesidade, problemas circulatórios, formigamento, retenção de líquidos, colesterol, cateterismo, doenças do coração em geral, hepatite, cirrose, malária (aguda) e pós-malária, labirintite, epilepsia, TPM, irregularidades menstruais, infertilidade, impotência, redução da libido, depressão e suas consequências, ansiedade, insônia, irritação, insegurança, nervosismo, medo, stress, fadiga, sistema nervoso abalado, esgotamento físico, mental, emocional, desintoxicação, dependência química, tabagismo etc.